Podcasts

Controle de pragas medieval

Controle de pragas medieval


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Tem uma praga incomodando você? Na Idade Média, você poderia tentar esses remédios para se livrar deles - venenos, armadilhas ou até mesmo escrever uma carta para eles!

Em meados do século 10, um manual de agricultura foi criado em Bizâncio. Conhecido como Geoponika, foi principalmente transcrito de seleções de vários escritores antigos e bizantinos, e entre suas 20 seções você pode encontrar conselhos sobre como administrar uma fazenda, cultivar muitas variedades de plantas, receitas de vinhos medicinais e até dicas de pesca.

No Livro 13 do Geoponika, poderá encontrar conselhos sobre como lidar com vários animais e insetos que pode encontrar na área de uma quinta e que podem causar problemas ao agricultor. Essas pragas incluem gafanhotos, ratos, formigas, doninhas, pulgas e escorpiões. O autor deste trabalho oferece várias dicas sobre como matar ou afastar esses vermes. Aqui estão algumas das idéias de controle de pragas do livro:

Gafanhotos

Se você pegar alguns dos gafanhotos e queimá-los, os outros ficarão entorpecidos pelo cheiro: alguns morrerão, enquanto outros dobrarão as asas e esperarão ser pegos, ou serão mortos pelo sol. Isso surge da antipatia. Além disso, se você capturar e queimar um escorpião, também pegará o resto dos gafanhotos ou os expulsará.

Doninhas

Dizem que se pegarmos uma doninha, cortar-lhe a cauda ou os testículos e deixá-la ir viva, não se encontrará mais nenhuma na mesma fazenda depois disso.

Ratos domésticos

Os ratos domésticos são mortos se você comer heléboro preto com farinha de cevada.

Eles também fugirão do sulfato de cobre e das sementes de orégano, aipo e amor-na-névoa queimados como incenso.

Camundongos

Alguns fazendeiros na Bitínia conseguiram bloquear os buracos com folhas de oleandro, de modo que, quando os ratos do campo se apressarem para sair, eles pegarão as folhas com os dentes. Quando eles os mordem, eles morrerão.

Pegue um pedaço de papel e escreva nele: Eu conjuro quaisquer ratos capturados aqui para não me fazer mal e para evitar que outros ratos o façam. Eu te dou a seguinte terra (e nomeá-lo). Se eu te encontrar ainda aqui, levo a Mãe dos Deuses como testemunha, vou te cortar em sete pedaços. Depois de escrever, fixe o papel antes do nascer do sol contra uma rocha natural no campo onde estão os ratos (a escrita deve ser visível do lado de fora). Incluo esta instrução em vez de omitir nada, mas rejeito tais práticas (que não sejam verdadeiras!). Aconselho os outros a fazerem o mesmo e nunca a usar métodos tão ridículos.

Gatos

Um gato não, mas qualquer pássaro sob cuja asa você prendeu arruda selvagem.

Cobras

Nenhuma cobra entrará na fazenda se você plantar absinto, artemísia ou madeira do sul ao redor da fazenda; você vai expulsar aqueles que já estão lá se você fizer fumaça com raiz de lírio branco ou chifre de veado ou casco de cabra.

As cobras não incomodarão o pombal se nos seus quatro cantos escreveres Adam: se tem janelas, escreve nelas também.

Quando uma cobra está entrando em seu buraco, se alguém pega sua cauda com a mão esquerda, ela facilmente a puxa novamente; se com a mão direita for impossível tirá-lo. Ou ele escapará ou a cauda se partirá.

Escorpiões

Se você esfregar as mãos com suco de rabanete, poderá pegar escorpiões e outras criaturas sem medo e sem perigo; e rabanetes, colocados em escorpiões, os destroem imediatamente.

Fritando um escorpião em azeite de oliva e ungindo o local onde alguém foi picado por um escorpião, você aliviará a dor.

Formigas

Se você pegar e queimar algumas formigas, irá expulsar as demais, como a experiência provou.

Se você espalhar óleo de cedro ao redor de suas covas, as formigas não sairão da eira.

As formigas não atacarão um monte de grãos se você desenhar em volta do monte com terra branca ou colocar orégano selvagem ao redor.

Mosquitos

A crina de cavalo esticada pela porta e pelo interior da casa destrói os mosquitos e os impede de entrar.

Se você molhar uma esponja em vinagre afiado e pendurá-la na cabeça e nos pés [quando na cama], os mosquitos não vão picar você.

Morcegos

Se você pendurar folhas de avião em seu caminho, eles não se aproximarão. Hera defumada mata morcegos.

Pulgas em casa

Cave um buraco; moer folhas de loendro e colocar nele; todos eles se reunirão lá.

Caso contrário, molhe o chão repetidamente com amorge; em seguida, moa o cominho selvagem e misture com água, e moa 10 drams de sementes de pepino esguichando e adicione à água; polvilhe isso no quarto e você fará as pulgas se dividirem.

Sanguessugas

Se um boi ou outro quadrúpede engolir uma sanguessuga enquanto bebe, esmague alguns insetos, deixe o animal cheirá-los e ele imediatamente ejetará a sanguessuga.

Rãs

Os sapos vão parar de coaxar se você acender uma vela e colocá-la na margem do rio.

Geoponika - Trabalho Agrícola, foi traduzido por Andrew Dalby em 2011. Você pode aprender mais sobre ele em Prospect Books. Andrew Dalby escreveu vários livros e artigos relacionados à comida e história clássica. .

Imagem superior: British Library Adicional 27210 f. 13


Assista o vídeo: Coffin Dance - Traditional Japanese Version (Pode 2022).