Artigos

Destino nos primeiros textos irlandeses

Destino nos primeiros textos irlandeses

Destino nos primeiros textos irlandeses

Por Jacqueline Borsje

Peritia, Vol.16 (2002)

Resumo: Ao escrever sobre o conceito de Destino nos primeiros textos irlandeses em 1910, Edward Gwynn fez uma distinção entre a noção passiva e ativa de Destino. A abordagem lexical desse assunto, que ele sugeriu mas não conseguiu aplicar, é realizada no presente estudo, e traz à tona o predomínio da noção passiva. Uma explicação para essa predominância é oferecida aqui, que leva em consideração os problemas e possibilidades da reconstrução do passado pré-cristão pelos compositores cristãos da literatura irlandesa primitiva.


Assista o vídeo: Destino Irlanda, nao precisa sair com visto (Janeiro 2022).