Notícia

USS Jacob Jones (DD-61)

USS Jacob Jones (DD-61)

USS Jacob Jones (DD-61)

USS Jacob Jones (DD-61) era um contratorpedeiro da classe Tucker que se tornou o único contratorpedeiro americano perdido para a ação inimiga durante a Primeira Guerra Mundial, quando foi afundado pelo U-53.

o Jacob Jones foi deposto em 3 de agosto de 1914, lançado em 29 de março de 1915 e encomendado em 10 de fevereiro de 1916. Ela foi nomeada em homenagem a Jacob Jones, um marinheiro dos EUA que serviu durante a quase guerra com a França, foi capturado durante a guerra com os piratas da Barbária em 1803 e comandou o USS Vespa e USS Macedônio durante a Guerra de 1812 e também serviu no Lago Ontário. Após a guerra, ele serviu como comandante do Esquadrão Mediterrâneo, chefe do Conselho de Comissários da Marinha e, finalmente, como comandante das Forças Navais dos EUA no Pacífico.

Depois de seu cruzador de shakedown, o Jacob Jones participou do treinamento na costa da Nova Inglaterra e, em seguida, entrou no Pátio da Marinha da Filadélfia para reparos. Após a entrada dos Estados Unidos na Primeira Guerra Mundial (6 de abril de 1917), ela patrulhou a costa da Virgínia por algumas semanas.

o Jacob Jones fazia parte do segundo lote de contratorpedeiros americanos enviados para a Europa após a entrada americana na Primeira Guerra Mundial (Tucker (DD-57), Rowan (DD-64), Cassin (DD-43), Ericsson (DD-56), Winslow (DD-53), e Jacob Jones (DD-61)). Ela deixou Boston em 7 de maio e chegou a Queenstown, Irlanda, em 17 de maio de 1917.

o Jacob Jones foi usada para tarefas de patrulha e escolta de comboio desde sua base em Queenstown. Em 8 de julho, ela resgatou 44 sobreviventes da SS Valetta, um navio a vapor britânico que foi afundado por um submarino. No final de julho, ela avistou um periscópio, mas não foi capaz de intervir antes que o submarino afundasse o SS Dafila. Desta vez, 26 sobreviventes foram resgatados. Em 19 de outubro, ela resgatou 305 sobreviventes do cruzador mercante armado britânico HMS Orama, afundado enquanto escoltava um comboio ao sul da Irlanda.

No final de 1917, o Jacob Jones foi usado para escoltar navios que viajavam entre a Irlanda e a França. Em 6 de dezembro de 1917, ela partiu de Brest para retornar a Queenstown. Às 18h21, quando ela estava perto das ilhas de Scilly, um velório de torpedo foi avistado. Uma tentativa de evitar o torpedo, que veio de U-53 (Kapitan Hans Hose), falhou e foi atingida a estibordo. Seu tanque de óleo combustível rompeu e ela começou a afundar pela popa. Os esforços para salvá-la tiveram que ser abandonados depois que suas cargas de profundidade explodiram, e seu capitão, o Tenente Comandante D.W.Bagley, foi forçado a ordenar que a tripulação abandonasse o navio. o Jacob Jones afundou oito minutos após ser atingido, levando 64 de sua tripulação com ela. Uma foto sobreviveu do navio afundando, tirada pelo marinheiro William G. Ellis, um de seus tripulantes. Tenente S.F. Kalk foi premiado com uma medalha de distinto serviço póstumo por seus esforços para salvar vidas após o naufrágio. Depois de ajudar a mover os homens entre as jangadas para ajudar a equilibrar seus pesos, ele morreu de exposição e exaustão.

Os 38 sobreviventes restantes se refugiaram em jangadas e barcos. U-53 emergiu e fez dois prisioneiros. Hose então comunicou por rádio a localização e a taxa de deslocamento dos sobreviventes para a base dos Estados Unidos em Queenstown, um gesto impressionante. Os sobreviventes foram então apanhados pelo HMS Camélia, o forro Catalina e HMS Insolente.

Bagley sobrevivendo ao naufrágio do Jacob Jones, e subiu para um posto elevado. Durante a Segunda Guerra Mundial, ele comandou o Décimo Quarto Distrito Naval e a Fronteira do Mar Havaiano (1942-44), o Décimo Primeiro Distrito Naval baseado em San Diego em 1944 e o Décimo Quarto Distrito novamente em 1945. Ele foi promovido a Vice-Almirante no início de 1944 e em 1947 para o almirante completo após sua aposentadoria.

O Diretor Executivo da Jacob Jones quando ela afundou estava o tenente Norman Scott, que foi elogiado por suas ações no dia. Ele também alcançou uma alta patente e, como contra-almirante, comandou uma série de forças-tarefa navais na luta ao redor de Guadalcanal. Ele lutou na Batalha de Cabo Esperance (11-12 de outubro de 1942), mas foi morto durante a Batalha Naval de Guadalcanal (13 de novembro de 1942), quando sua nau capitânia, o cruzador USS Atlanta (CL-51) foi afundado.

O nome Jacob Jones foi reutilizado no destróier da classe Wickes USS Jacob Jones (DD-130), estabelecido em 21 de fevereiro de 1918. Por uma infeliz coincidência, o novo Jacob Jones foi afundado por U-578 em 28 de fevereiro de 1942, enquanto operava em Nova York. Apenas 11 de sua tripulação sobreviveram.

Deslocamento (padrão de design)

1.090t (DD-57 a DD-59)
1.060t (DD-60)
1.150t (DD-61 a DD-62)

Deslocamento (carregado)

1.205t

Velocidade máxima

29,5 kts a 17.000-18.000 shp
29,56kt a 16.399shp a 1.103 toneladas em teste (Tucker)

Motor

Turbinas Curtis de 2 eixos
4 caldeiras
17.000 shp além de
18.000 shp (DD-58, DD-59)
17.500 shp (DD-60)

Faixa

2.500 nm a 20kts (design)

Comprimento

315 pés 3 pol.

Largura

30 pés 6 pol (DD-58, DD-59, DD-51)
29 pés 9 pol. (DD-57, DD-60, DD-62)

Armamentos

Quatro armas 4in / 50
Oito tubos de torpedo de 21 pol. Em montagens duplas
Cargas de profundidade

Complemento de tripulação

99 (tempo de paz)
102 (quando afundado)

Lançado

29 de março de 1915

Comissionado

10 de fevereiro de 1916

Afundado por U-53

6 de dezembro de 1917

Livros sobre a Primeira Guerra Mundial | Índice de assuntos: Primeira Guerra Mundial


USS Jacob Jones (DD-61)

USS Jacob Jones (Destruidor No. 61 / DD-61) & # 91Nota 1 & # 93 era um TuckerDestróier de classe construído para a Marinha dos Estados Unidos antes da entrada americana na Primeira Guerra Mundial. O navio foi o primeiro navio da Marinha dos EUA nomeado em homenagem a Jacob Jones.

Jacob Jones foi estabelecido pela New York Shipbuilding of Camden, New Jersey, em agosto de 1914 e lançado em maio do ano seguinte. O navio tinha um pouco mais de 315 pés (96 e # 160m) de comprimento, pouco mais de 30 pés (9,1 e # 160m) ao lado do navio e um deslocamento padrão de 1.090 toneladas longas (1.110 & # 160t). Ela estava armada com quatro canhões de 4 polegadas (10 e # 160 cm) e tinha oito tubos de torpedo de 21 polegadas (530 e # 160 mm). Jacob Jones foi alimentado por um par de turbinas a vapor que o impulsionou a até 30 nós (56 e # 160km / h).

Após seu comissionamento em fevereiro de 1916, Jacob Jones conduziu patrulhas na costa da Nova Inglaterra. Depois que os Estados Unidos entraram na Primeira Guerra Mundial em abril de 1917, Jacob Jones foi enviado para o exterior. Patrulhando o Mar da Irlanda a partir de Queenstown, Irlanda, Jacob Jones resgatou os sobreviventes de vários navios, principalmente recolhendo mais de 300 do cruzador mercante armado afundado Orama.

Em 6 de dezembro, Jacob Jones estava navegando independentemente de Brest, na França, para Queenstown, quando foi torpedeada e danificada por um submarino alemão U-53 e foi afundado com a perda de 66 policiais e homens, tornando-se o primeiro contratorpedeiro dos Estados Unidos afundado por ação inimiga. & # 914 e # 93 Jacob Jones afundou em oito minutos sem emitir uma chamada de socorro ao comandante do submarino alemão, Kapitänleutnant Hans Rose, depois de levar dois gravemente feridos Jacob Jones tripulantes a bordo de seu submarino, transmitiram por rádio a base americana em Queenstown com as coordenadas dos sobreviventes.


EUA JACOB JONES

USS Jacob Jones recebeu seu nome em homenagem ao Comodoro Jacob Jones, que foi um herói da Marinha na Guerra de 1812. A Marinha a colocou em serviço em outubro de 1919. Suas viagens iniciais foram no Atlântico, mas ela relatou no início de 1920 para serviço em o Pacífico. Ela teve um bom desempenho até que a Marinha a descomissionou em junho de 1922. A Marinha a trouxe de volta ao serviço ativo em maio de 1930. Após a reativação, ela serviu por alguns anos no Pacífico e no Caribe antes de trabalhar o resto da década de 1930 no Atlântico.

No final de 1938, USS Jacob Jones entrou em águas europeias e do norte da África como parte do Esquadrão 40-T. Com o início da Segunda Guerra Mundial na Europa, ela voltou às águas dos Estados Unidos para fazer Patrulhas de Neutralidade junto com o trabalho submarino. Quando os Estados Unidos entraram na guerra em dezembro de 1941, o USS Jacob Jones forneceu escolta de comboio para fora de Newfoundland. Em fevereiro de 1942, ela iniciou a patrulha submarina ao longo da Costa Leste. Em 28 de fevereiro daquele ano, o submarino alemão U-578 atingiu-a com pelo menos dois torpedos. O navio fortemente danificado afundou. Apenas um total de onze sobreviveram à explosão e exposição subsequente.


Arquivos de tags: uss Jacob Jones

USS Ward DD-139

Amigos do Mundo Padre Steve,

Tenho tantas coisas sobre as quais poderia escrever agora, mas, em vez disso, vou voltar ao poço e trazer à tona um post mais antigo sobre alguns navios de guerra icônicos. Eu acho que você pode dizer que estou dando uma pequena pausa no presente para lembrar o passado, mas tenha certeza, um monte de coisas está se infiltrando em minha mente, então espero algum material novo sobre o COVID-19 pandemia, e alguns novos artigos sobre navios da Marinha em breve. No entanto, até segunda-feira, a menos que algo realmente dramático aconteça, continuarei a publicar alguns artigos mais antigos sobre navios de guerra históricos ou aulas de navios de guerra que considero fascinantes.

USS Pope DD-225

Os destruidores do Wickes e Clemsonclasses definiram a força destruidora da Marinha dos Estados Unidos. Em 1916, com o advento do submarino como arma de guerra eficaz, a Marinha percebeu que suas classes anteriores de contratorpedeiros eram insuficientes para enfrentar a nova ameaça. Da mesma forma, a falta de resistência dos destróieres anteriores os impedia de missões de reconhecimento vitais, uma vez que a Marinha dos Estados Unidos, ao contrário da Marinha Real ou Imperial Alemã, mantinha muito poucos cruzadores para tais missões.

USS Paul Jones DD-230 late war note 3 stacks e radar

o Lei de Apropriação Naval de 1916incluiu a autorização de 50 destróieres da classe Wickes para complementar 10 novos navios de guerra, 6 cruzadores de batalha e 10 cruzadores leves com o objetivo de construir uma Marinha inigualável. Os novos contratorpedeiros foram projetados para operações de alta velocidade e intencionalmente projetados para produção em massa, estabelecendo um precedente para a classe Clemson seguinte, bem como para as classes de contratorpedeiros construídas durante a Segunda Guerra Mundial.

USS Boggs DMS-3

o Wickes Class tinha uma velocidade projetada de 35 nós para poder operar com o novo Aula Omahacruzadores leves e Lexington Class Battlecruisersno papel de patrulhamento da frota. Eles tinham um convés nivelado, o que proporcionava resistência adicional ao casco e sua velocidade se devia à potência adicional fornecida por suas turbinas Parsons, que produziam 24.610 cv. Eles tinham 314 'de comprimento e uma viga de 30 pés. Com 1.247 toneladas de carga total, eles eram 100 toneladas maiores do que os navios da classe Caldwell anteriores. Eles estavam armados com quatro canhões de 4 polegadas de calibre 50, um canhão de 3 "de calibre 23 e doze tubos de torpedo de 21".

USS Crosby APD 17

Embora fossem muito rápidos, provaram ser navios muito “molhados” para a frente e, apesar de transportarem 100 toneladas adicionais de combustível, ainda não tinham alcance. Devido à constatação de que a guerra de U-boat exigia mais escoltas, a ordem de navios da Classe Wickes foi aumentada e 111 foram concluídos em 1919.

USS Gillis com PT Boats e PBY Catalina

o Wickes Classfoi seguido pelo Classe Clemson que foi uma expansão da classe Wickes sendo mais adaptada para a guerra anti-submarina. Eles tinham um deslocamento maior devido aos tanques de combustível adicionais e montados, o mesmo armamento, dimensões idênticas e eram capazes de 35 nós. No entanto, esses navios foram construídos com um leme maior para dar a eles um raio de viragem mais estreito. 156 navios da classe foram concluídos.

Desastre de Honda Point

Nos anos entre guerras, um número de cada classe foi eliminado e 7 da classe Clemson de DESRON 11foram perdidos no Honda Point Disaster de 8 de setembro de 1923, quando o navio líder de sua formação virou muito cedo com a maioria do esquadrão seguindo-o em alta velocidade para as rochas. Outros navios serviram com as Frotas do Atlântico, Pacífico e Ásia dos Estados Unidos, permanecendo como o esteio das forças de caça e destruição da Marinha até que novas classes de contratorpedeiros foram introduzidas na década de 1930. Da mesma forma, muitos dos navios foram colocados em um status inativo e com a Segunda Guerra Mundial se aproximando, muitos foram recomissionados, com 50 sendo fornecidos à Marinha Real Britânica como parte do Empréstimo programa, onde ficaram conhecidos como o Classe da cidade. A maioria desses navios teve 2-3 de seus canhões de 4 "e alguns de seus tubos de torpedo removidos a fim de aumentar sua capacidade de carga de profundidade e montar o Ouriço Sistema de argamassa ASW.

HMS Leamington ex-USS Twiggs

A Grã-Bretanha, por sua vez, emprestou 9 deles para a União Soviética em vez de italiano destruidores reclamados como reparações pelo Soviéticos em 1944. Os navios sobreviventes foram devolvidos à Grã-Bretanha em 1949-51 e todos foram desmantelados em 1952.

Muitos dos navios nunca entraram em combate em nenhuma das guerras, pois vários navios foram demolidos devido às limitações do Tratado Naval de Londres. Dos 267 navios das duas classes, apenas 165 ainda estavam em serviço em 1936. À medida que novos destróieres foram adicionados à marinha na década de 1930, vários navios de cada classe foram convertidos para outros usos. Alguns se tornaram transportes de alta velocidade (APD) e carregavam 4 embarcações de desembarque LCVP e um pequeno número de tropas, geralmente cerca de um elemento do tamanho de uma empresa. Outros foram convertidos em High Speed ​​Minelayers (DM) ou High Speed ​​Minesweepers (DMS). o USS Caine no Herman Wouk's romance clássico The Caine Mutiny era um DMS.Alguns foram convertidos em Light Seaplane Licers (AVD). Essas conversas também incluíram a retirada de caldeiras que reduziram sua velocidade em 10 nós para acomodar os equipamentos adicionados durante as conversões. Como eles não eram mais Destruidores no verdadeiro sentido da palavra, a perda de velocidade e armamento não foi considerada prejudicial.

Os navios convertidos para outros usos tiveram seu armamento reduzido com canhões de duplo propósito calibre 3 ”50 substituindo sua bateria principal de 4”, e a retirada de seus torpedos. Os que permaneceram receberam 6 dos canhões de 3 ”para substituir seu armamento original e perderam metade de seus tubos de torpedo. Durante a guerra, todos os navios teriam aumentado grandemente suas capacidades de armamento leve antiaéreo, radar, sonar e ASW.

USS Stewart DD-224 após retorno do serviço japonês

Em 1940, 19 da Classe Clemson,27 de Wickes Class, e 3 do anterior Caldwell classe foram transferidos para a Marinha Real Britânica no âmbito do programa Lend Lease. Alguns deles veriam mais tarde o serviço na Marinha Soviética sendo transferido pela Marinha Real servindo após a guerra com os navios sendo desmantelados entre 1950 e 1952.

USS Edsall sendo afundado na Batalha do Mar de Java

Os navios dessas classes tiveram um desempenho admirável durante a Segunda Guerra Mundial, apesar de sua idade. O primeiro navio da Marinha dos EUA afundado por forças inimigas aconteceu antes do início da guerra. o USS Ruben James DD-245, uma Classe Clemson navio estava escoltando comboio HX-156 quando ela foi afundada por um torpedo disparado por U-552 na noite de 31 de outubro de 1941, quando ela inadvertidamente se viu entre o U-boat e seu alvo pretendido. 100 de sua tripulação de 144 homens morreram no ataque.

o USS Ward DD-139 disparou os primeiros tiros da guerra quando se engajou e afundou um submarino anão japonês fora de Pearl Harbor em 7 de dezembro de 1941. Após sua conversão em APD, ela foi afundada após um ataque Kamikaze que a danificou tanto que ela teve que ser afundado por tiros de USS O’Brien que por coincidência foi comandado por seu capitão em 7 de dezembro de 1941, Comandante William Outerbridge.

Os 13 navios da Frota Asiática DESRON 29participou de seis combates contra unidades muito superiores da Marinha Japonesa enquanto operavam nas Filipinas e, em seguida, nas Índias Orientais Holandesas como parte do Comando ABDA incluindo a Batalha de Balikpapan onde o USS John D FordDD-228, USS Pope DD-225, USS Paul Jones DD-230 e USS Parrot DD-218 afundou 4 transportes japoneses. USS Edsall foi afundado por dois navios de guerra e dois cruzadores pesados ​​que dispararam mais de 1400 projéteis, bem como 26 Val Bombardeiros de mergulho do Almirante Nagumo's Kido Butai em 1º de março de 1942. Os poucos sobreviventes foram executados mais tarde na guerra. USS Pillsbury foi ultrapassado e afundado com todas as mãos na noite de 2 de março de 1942 pelos pesados ​​cruzadores japoneses Atago e Takeo.

USS Pope de fevereiro de 1942

Papa e Encontro HMS escoltou o cruzador pesado aleijado HMS Exeter de Surabaya à Austrália e segurança. Infelizmente, eles foram rastreados por um grupo de superfície de quatro cruzadores pesados ​​japoneses e quatro destróieres e aeronaves porta-aviões. Durante a ação Papa disparou 140 salvas de suas armas principais e todos os seus torpedos em uma batalha de três horas consecutivas. Durante isso Papa evitou a destruição sob a cobertura de uma tempestade de chuva. No entanto, foi um adiamento temporário. Uma vez fora da tempestade, ela foi redescoberta por aeronaves japonesas e foi literalmente arrancada da água pelos pesados ​​cruzadores Myoko e Ashigara. Embora toda a sua tripulação tenha abandonado o navio com sucesso, eles esperaram 60 horas em mar aberto pelo resgate, mas mesmo assim, 124 de seus 151 tripulantes sobreviveram à guerra e foram repatriados para os Estados Unidos.

Durante essa campanha, 4 desses galantes navios foram afundados em batalha e um 5º. USS Stewart DD-224 foi resgatado pelos japoneses após ser danificado e colocado em uma doca seca flutuante em Surabaya após a Batalha do Estreito de Badung. Ela foi colocada em serviço como navio-patrulha pela Marinha Imperial. Um navio com sua descrição foi denunciado várias vezes à Marinha durante a guerra, mas foi só depois da guerra que ela foi descoberta pelas Forças dos EUA após a rendição e voltou para a Marinha dos EUA. Já que havia agora outro USS Stewart a ex-Stewart foi simplesmente chamado DD-224. Ela foi afundada como alvo em 23 de maio de 1946 na costa de São Francisco.

USS Gregory e USS Little off Guadalcanal

Outros navios dessas classes foram afundados durante a Campanha de Guadalcanal. o Wickes Classe USS Colhoun APD-2 foi afundada por um avião japonês ao largo de Guadalcanal em 30 de agosto de 1942, seguida por suas irmãs USS Gregory APD-3, e USS Little APD-4 que foram afundados por Destroyers japoneses em 5 de setembro de 1942. USS McKean APD-5 foi afundado por um torpedo lançado em um Mitsubishi GM4 Bettyperto de Bougainville em novembro de 1943, durante uma missão de reforço de tropas.

No atlântico USS Jacob Jones foi afundado pelo U-boat U-578 com a perda de todos, exceto 11 de sua tripulação.

Em fevereiro de 1942 o USS Gamble DM-15 foi fortemente danificada em um ataque de bombardeio ao largo de Iwo Jima em fevereiro de 1945. Ela sobreviveu ao ataque, mas foi determinada como uma perda total e foi afundada ao largo de Arpa Harbor Guam em 16 de julho de 1945. USS Barry foi afundado por um Kamikaze perto de Okinawa em 21 de junho de 1945, enquanto USS Perry DMS-17 foi afundado por uma mina japonesa ao largo de Palau em 13 de setembro de 1944.

HMS Cambeltown (ex USS Buchanan DD-131) em St Nazaire

Seja no Atlântico ou no Pacífico, os navios contribuíram para a vitória dos Aliados. O antigo USS Buchanan DD-131 que foi transferida para a Marinha Real, onde foi renomeada como HMS Campbeltowne usado no Raid Saint-Nazaire. Para a invasão, ela foi alterada na aparência para se parecer com uma alemã Destruidor da classe Möwe foi empurrado para a única doca seca no Atlântico capaz de conter o navio de guerra Tirpitz. A missão foi bem-sucedida e a doca seca ficou inutilizada pelos alemães pelo resto da guerra. Após seu retorno do serviço na Marinha Soviética, Leamington desempenhou o papel de Campbeltown na década de 1950 Trevor Howard filme Cavalo de presente. Ela foi descartada em 1951.

A classe Clemson HMS Borie engajado em um dos destruidores mais notáveis ​​contra U-boat batalhas da guerra quando ela enfrentou o U-405 nas primeiras horas da manhã de 1 de novembro de 1943. Depois de ser forçado a voltar à superfície por Borie's cargas de profundidade, a batalha foi conduzida à queima-roupa como Borie primeiro abalroado U-405 e, em seguida, travou uma batalha de armas pequenas de curta distância, onde suas armas de 4 "foram incapazes de ser pressionadas o suficiente para atingir o submarino e Borie's a tripulação usou um canhão antiaéreo de 20 mm e armas pequenas para impedir a tripulação do submarino de tripular seu significativo armamento de superfície. Finalmente U-405 afundou com todas as mãos. Contudo, Borie foi fortemente danificado, sofreu inundações significativas e perdeu energia. Com até cinco Wolf Packs na área foi determinado a fugir Borie. Sua tripulação foi removida e a aeronave para a transportadora de escolta Cartão USS afundou ela.

Durante a guerra, esses navios serviram em todas as principais campanhas e, quando não estavam mais aptos para o serviço de linha de frente, foram usados ​​em funções de escolta nas áreas de retaguarda, bem como em uma variedade de funções de treinamento e suporte. No final da guerra, os navios sobreviventes de ambas as classes estavam desgastados e alguns foram descomissionados e alguns desmantelados antes mesmo do fim das hostilidades. Dos navios americanos que sobreviveram à guerra, todos foram desativados em 1946 e a maioria desmantelada entre 1945 e 1948.

Durante a Segunda Guerra Mundial, 9 da Classe Wickes foram afundados em batalha e 7 foram afundados ou destruídos de outras maneiras. Mais tarde, 5 foram afundados como alvos e os navios restantes foram todos desmantelados. Um total de 20 membros da classe Clemson foram perdidos em batalha ou por outras causas, incluindo aqueles perdidos em Honda Point.

Memorial USS Peary, Darwin, Austrália

Os bravos marinheiros que tripulavam esses navios em paz e guerra tornam-se menos numerosos a cada dia à medida que a Grande Geração passa.

USS Peary Sinking at Darwin

É um triste testemunho de que nenhum desses navios foi preservado como um memorial, no entanto, os australianos têm um memorial em Darwin dedicado ao USS PearyDD-226 que foi afundado com 80 de sua tripulação durante o ataque japonês ao porto daquela cidade em 19 de fevereiro de 1942. O memorial tem uma de suas armas de 4 "apontada na direção dos destroços do Peary. Um memorial ao USS Ward que mostra sua arma # 3 4 ”que afundou o submarino anão japonês está localizado no Capitol Grounds em St. Paul, Minnesota.

Os navios da Wickes e Clemson as classes eram icônicas e suas equipes eram heróicas. Embora nenhum tenha sobrado, nunca devemos esquecer o serviço valente desses navios durante as duas Guerras Mundiais.

Quando penso em navios como esses, projetados há mais de 100 anos, que são muito mais fortemente armados e quase tão rápidos quanto os atuais da Marinha Navios de combate litorâneos e construímos em grande número a um custo ajustado muito inferior ao dos navios modernos, é de se perguntar o que estamos recebendo com nossos impostos. Pessoalmente, eu preferiria ter Wickes, Clemson, ou Classe Fletcherdestruidores com eletrônicos atualizados e conjuntos de armas, em vez dos superfaturados, sob navios LCS armados e terrivelmente vulneráveis.


USS Jacob Jones (DD-61) - História

De acordo com nossos registros, Massachusetts era sua residência ou estado de alistamento. Ele havia se alistado na Marinha dos Estados Unidos. Serviu durante a Primeira Guerra Mundial. Grinnell tinha o posto de Alistado. Sua ocupação militar ou especialidade era o marinheiro de segunda classe. Anexado ao USS Jacob Jones (DD-61). Durante seu serviço na Primeira Guerra Mundial, o alistado da Marinha Grinnell foi dado como desaparecido e finalmente declarado morto em 6 de dezembro de 1917. Circunstâncias registradas atribuídas a: Desaparecido em ação, Perdido no mar, Afundado por ataque inimigo. Local do incidente: Atlântico Norte, Costa da França. USS Jacob Jones foi um contratorpedeiro construído para a Marinha dos Estados Unidos antes da entrada americana na Primeira Guerra Mundial. Em 6 de dezembro, viajando de Brest, França para Queenstown, Irlanda, foi torpedeado e afundado por um submarino alemão. Este foi o primeiro contratorpedeiro dos Estados Unidos afundado por ação inimiga. Jacob Jones afundou em oito minutos sem emitir um pedido de socorro, levando mais de 60 policiais e homens com ela. Clifton Grinnell é enterrado ou memorializado em Tablets of the Missing no Cemitério Americano de Brookwood, Brookwood, Inglaterra. Este é um local da American Battle Monuments Commission.

Inhaltsverzeichnis

Jacob Jones wurde 1913 als fünftes Schiff der Tucker-Klasse (eine verbesserte Cassin-Klasse aus dem Jahre 1911) bestellt. Bauwerft guerra morrer Empresa de construção naval de Nova York em Camden (Nova Jersey).

Sie hatte vier Yarrow-Kessel und zwei Curtis-Dampfturbinen, die die beiden Propeller antrieben. Für Langstrecken-Marschfahrten gab es eine dritte Turbine, die zu diesem Zweck auf einen der Propeller geschaltet war. Die Leistung der Antriebsaggregate betrug 17.000 WPS.

Die Geschütze der Hauptartillerie vom Typ M9 wogen je 6100 kg und verfeuerten 15 kg schwere Granaten. Bei einer Rohrerhöhung von 20 ° betrug die Reichweite ca. 15 quilômetros.

Es ist nicht geklärt, ob auf den Schiffen der Tucker-Klasse, die vom „General Board of the United States Navy“ verlangten beiden Flugabwehrgeschütze und die Minenlegevorrichtung für 36 Seeminen jemals installiert wurde.

Nach der Indienststellung am 16. Februar 1917 começou das Schiff unverzüglich mit Ausbildungsfahrten vor der Küste von New England und lief dann no Estaleiro da Marinha da Filadélfia para Reparaturarbeiten ein. Nach dem Kriegseintritt der USA am 1. de abril de 1917 patrouillierte die Jacob Jones zunächst vor der Küste von Virginia, bis sie am 7. Mai 1917 de Boston aus in die europäischen Gewässer entsandt, und am 17. Mai in ihrem Stützpunkt Queenstown (Irlanda) eintraf. Von hier unternahm der Zerstörer Patrouillen- und Geleitschutzfahrten in der Irischen See. Im Zuge dieser Aufgaben rettete die Jacob Jones am 8. Juli 1917 44 Überlebende des von einem deutschen U-Boot torpedierten Dampfschiffes SS Valetta. Zwei Wochen später geleitete der Zerstörer das britische Handelsschiff SS Dafila als er das Periskop eines U-Bootes sichtete. Bevor er jedoch einen Angriff auf das deutsche U 45 fahren konnte, hatte dieses bereits den Frachter torpediert, der zu sinken startedn. Morrer Jacob Jones brach daraufhin den Angriff ab und rettete 26 Mann der 54-köpfigen Besatzung.

Am 19. Oktober 1917 geleitete in diesem Gebiet der britische Hilfskreuzer SS Orama und zehn Zerstörer (einschließlich der Jacob Jones) einen Konvoi von 20 Handelsschiffen ostwärts, als das deutsche Unterseeboot U 62 mitten im Verband auftauchte und seinen letzten Torpedo auf den Hilfskreuzer abfeuerte. Während das Schwesterschiff der Jacob Jones, die USS Conyngham (DD-58) die Verfolgung von U 62 mit Wasserbomben aufnahm, gelang es der Jacob Jones über 300 Schiffbrüchige der sinkenden Orama zu retten.

Anfang dezembro 1917 geleitete die Jacob Jones mit fünf anderen Zerstörern einen Konvoi nach Brest, von wo aus sie am 6. Dezembro de 1917 allein die Rückreise antrat. Sie fuhr einen Zickzackkurs alsie gegen 16:20 Uhr von dem deutschen U-Boot U 53 unter Kapitänleutnant Hans Rose entdeckt und auf eine Entfernung von 2700 m sofort torpediert wurde. Die Ausgucksposten konnten zwar den Torpedo em einer Entfernung von ca. 800 m um Steuerbord ausmachen, das sofort eingeleitete „Hart-Backbord“ -Rudermanöver war jedoch erfolglos. Der Torpedo traf den Zerstörer Mittschiffs em einen Treibölbunker. Obwohl das Öl nicht em Brand geriet, começou a morrer Jacob Jones unverzüglich über das Heck zu sinken. Der Kapitän, Comandante David W. Bagley, gab den Befehl zum Verlassen des Schiffes, da sich scharfe Wasserbomben auf dem Deck befanden, die jederzeit explodieren konnten. Als das Heck so weit eingetaucht war, dass der Bug nahezu senkrecht em der Luft stand, detonierten die Wasserbomben und töteten mehrere Besatzungsmitglieder, die es nicht geschafft hatten sich vom Schiffskörper zu entfernen. Da mit dem Torpedotreffer auch die elektrische Energie ausgefallen war, konnte das Schiff keinen Notruf absetzen. Das deutsche U-Boot funkte, nachdem es zwei schwerverwundete amerikanische Matrosen an Bord genommen und dieses erkannt hatte, die Versenkungsposition an die US-Marinebasis em Queenstown um die Rettung der Überlebenden zu ermöglichen. Morrer USS Jacob Jones afundou nur acht Minuten nach dem Torpedotreffer südlich der Scilly-Inseln, zwei Offiziere und 64 Matrosen kamen hierbei ums Leben. Der (überlebende) I. Offizier des Zerstörers, Norman Scott, wurde während des Zweiten Weltkriegs zum Admiral befördert und fiel in einem Gefecht mit japanischen Schiffen em novembro de 1942 em Guadalcanal.

Morrer Jacob Jones war der erste Zerstörer der US Navy, der durch Feindeinwirkung verlorenging.


Design e construção

Jacob Jones foi autorizado em 1913 como o quinto navio da Tucker classe que, como o relacionado O & aposBrien classe, foi uma versão melhorada do Cassin- destróieres de classe autorizados em 1911. A construção do navio foi concedida à New York Shipbuilding de Camden, New Jersey, que baixou a quilha em 3 & # xA0Agosto de 1914. Dez meses depois, em 29 & # xA0May 1915, Jacob Jones foi lançado pelo patrocinador Sra. Jerome Parker Crittenden (n & # xE9e Paulina Cazenove Jones), uma bisneta do homônimo do navio, Commodore Jacob Jones (1768 & # x20131850), um oficial da Marinha dos EUA durante a Guerra de 1812. [1] Conforme construído, Jacob Jones tinha 315 & # xA0pés 3 & # xA0inches (96,09 & # xA0m) de comprimento e 30 & # xA0pés 6 & # xA0inches (9,30 & # xA0m) ao lado e desenhou 9 & # xA0inches 8 & # xA0inches (2,95 & # xA0m). O navio teve um deslocamento padrão de 1.060 toneladas longas (1.080 & # xA0t) e deslocou 1.205 toneladas longas (1.224 & # xA0t) quando totalmente carregado. [3]

Jacob Jones tinha duas turbinas a vapor Curtis que acionavam suas duas hélices de parafuso e uma turbina a vapor adicional engrenada em um dos eixos da hélice para fins de cruzeiro. A usina poderia gerar 17.000 cavalos de força (13.000 & # xA0kW) e mover o navio a velocidades de até 30 nós (56 & # xA0km / h). [1] [3]

Jacob Jones A bateria principal consistia em quatro armas de 4 polegadas (102 & # xA0mm) / 50 Mark 9, [1] [6] [Nota 2] com cada arma pesando mais de 6.100 libras (2.800 & # xA0kg). [6] Os canhões dispararam projéteis perfurantes de armadura de 33 libras (15 & # xA0kg) a 2.900 pés por segundo (880 & # xA0m / s). A uma altitude de 20 & # xB0, os canhões alcançaram 15.920 jardas (14.560 & # xA0m). [6]

Jacob Jones também foi equipado com oito tubos de torpedo de 21 polegadas (533 & # xA0mm). O Conselho Geral da Marinha dos Estados Unidos havia convocado dois canhões antiaéreos para o Tucker- navios da classe, bem como provisões para colocar até 36 minas flutuantes. [3] A partir de fontes, não está claro se essas recomendações foram seguidas para Jacob Jones ou qualquer um dos outros navios da classe.


Henry Philippe Favreau

MAQUINISTA MATE SEGUNDA CLASSE HENRY PHILIP FAVREAU nasceu por volta de 1884. Alistou-se na Marinha dos Estados Unidos aos 16 anos. Marinheiro de carreira, casou-se e viveu com sua esposa Bertha em 1307 Lansdowne Avenue em Camden NJ. Ele havia se alistado novamente na Filadélfia em 4 de agosto de 1915. No início da Primeira Guerra Mundial, ele estava servindo a bordo do USS Jacob Jones DD-61. Ressalte-se que seu nome foi registrado como Favereau, no livro Condado de Camden na Grande Guerra.

Jacob Jones, um contratorpedeiro da classe Tucker, foi lançado em 29 de maio de 1915 nos estaleiros da New York Shipbuilding Corporation em Camden NJ. Ela foi comissionada em fevereiro de 1916. Também a bordo do Jacob Jones foi outro marinheiro de carreira, o bombeiro de primeira classe William F. Laskowski Jr., que morava a alguns quarteirões de distância, na 1151 Haddon Avenue.

o Jacob Jones serviu ao longo da Costa Leste durante o ano seguinte e conduziu patrulhas de guerra na mesma área por um mês após a entrada dos Estados Unidos em abril de 1917 na Primeira Guerra Mundial. Em maio de 1917, Jacob Jones, sob o comando do Tenente Comandante David Bagley cruzou o Atlântico para iniciar patrulhas anti-submarino e trabalho de escolta de comboio para fora de Queenstown, Irlanda. Ela resgatou sobreviventes de vários navios torpedeados durante os próximos meses. Chegando a Queenstown em 17 de maio, ela imediatamente começou a patrulhar e acompanhar o serviço de escolta nas águas do Reino Unido. Em 8 de julho, ela resgatou 44 sobreviventes do navio a vapor britânico Valetta, vítima de um submarino alemão. Duas semanas depois, enquanto escoltava o navio a vapor britânico Dafila, Jacob Jones avistou um periscópio, mas o navio foi torpedeado antes que um ataque ao submarino pudesse ser lançado. Mais uma vez um navio de resgate, Jacob Jones levou a bordo 25 sobreviventes do Dapfila atingido. Em 19 de outubro, ela resgatou 305 sobreviventes do cruzador britânico torpedeado Orama.

Em 6 de dezembro de 1917 Jacob Jones foi um dos seis contratorpedeiros que voltaram de Brest depois de escoltar um comboio para a França. Em 1621, enquanto ela navegava independentemente nas proximidades das ilhas de Scilly, seu relógio avistou uma esteira de torpedo a cerca de mil metros de distância. Embora o contratorpedeiro manobrou para escapar, o torpedo de alta velocidade atingiu seu lado estibordo, rompendo seu tanque de óleo combustível. O torpedo era do submarino alemão U-53 . A tripulação trabalhou corajosamente para salvar o navio, mas quando a popa afundou, suas cargas de profundidade explodiram. Percebendo a situação desesperadora, Comdr. Bagley relutantemente ordenou que o navio fosse abandonado. Eight minutes after being torpedoed, Jacob Jones sank with 64 men still on board.

Of the 38 survivors, two were taken prisoner by the U-boat, others rescued by two British ships that responded to a radio signal sent out by U-53 s Captain, Hans Rose, and reportedly, Lieutenant Commander Bagley and five others managed to row ashore. The U-53 sank over 90 ships in 1917 and 1918, and survived the war.

Henry Favreau was 33 when he was killed in action. He was survived by his wife Anna, of 1241 Lemon Street in Camden NJ. The book "Camden County in the Great War" gives Mrs. Favreau's first name as Bertha, and an address of 1307 Lansdowne Avenue, in Camden NJ.

USS Jacob Jones (Destroyer # 61)

Underway in 1916, soon after she was completed.

Fotografia do Centro Histórico Naval dos EUA.

USS Melville (Destroyer Tender # 2)

Tending U.S. Navy destroyers at Queenstown, Ireland, 1917.
The destroyers present include (from left to right):
USS Jacob Jones (Destroyer # 61)
USS Ericsson (Destroyer # 56)
USS Wadsworth (Destroyer # 60)
and an unidentified ship.

Fotografia do Centro Histórico Naval dos EUA.

USS Jacob Jones (Destroyer # 61)

Sinking off the Scilly Islands, England, on 6 December 1917, after she was torpedoed by the German submarine U-53.
Fotografado pelo marinheiro William G. Ellis.


Commodore Jacob Nicholas Jones

Commodore Jacob Nicholas Jones (March 1768 – August 3, 1850) was an officer in the United States Navy during the Quasi-War with France, the First Barbary War and the Second Barbary War, and the War of 1812.

Jones' birthplace was on a farm about one mile in a north-westerly direction from the town of Smyrna, in Kent county, Delaware. His father was a farmer of exemplary moral and religious character and his mother was of a family greatly respected. She died when he was an infant. His father soon followed her to the grave and at four years of age he was an orphan. It is not clear how he became a doctor. Educated in medicine and practicing as a doctor, he was later appointed as Clerk of the Delaware Supreme Court. He was married to Anna Matilda Sykes, daughter of James Sykes (the 15th Governor (Delaware)), she died before he joined the United States Navy.

Jones joined the United States Navy in 1799 at the age of 31, very old for the times, when a midshipman could be as young as 10. Some think after the death of his wife, he joined the Navy because of grief. He spent 22 months as an acting midshipman.

During the Quasi-War with France, he served under Commodore John Barry in the frigate United States and was commissioned a lieutenant 27 February 1801. Jones joined the crew of the Philadelphia on 24 May 1803 as second lieutenant (2nd mate). On 31 October 1803, he was taken prisoner with the rest of the Philadelphia's crew by the Bey of Tripoli and held until liberated in June 1805.

On April 20, 1810, Jones received promotion to Master Commandant, and on June 4, he took command of the USS Wasp. In October 1812, Jones and the Wasp sailed on an Atlantic cruise. On 13 October he captured the British 12-gun brig HMS Dolphin.

Despite storm damage to his ship, he attacked a British convoy on 18 October and, following an intense battle, captured the Royal Navy sloop of war HMS Frolic, in a battle that became quite famous. Both combatants were seriously damaged and he soon fell victim to the powerful ship of the line HMS Poictiers. Still, Jones was widely admired and when he returned to the United States after an exchange of prisoners, he received a gold medal from the United States Congress.

Jones was promoted to the rank of Captain and given command of the frigate USS Macedonian. He spent time in Decatur's squadron, which was bottled up at New London during 1814.

Later, Captain Jones was sent to the Lake Ontario theater, where he commanded the frigate USS Mohawk during the last year of the war.

During the second and final Barbary War, in 1815, Jones again commanded Macedonian. Service as Captain of the frigate USS Guerriere followed in 1816-1818.

Jones was Commodore of the United States' squadrons in the Mediterranean in 1821-1823 and in the Pacific in 1826-1829. He was a Navy Commissioner in Washington, DC, between those tours at sea and held important commands ashore at Baltimore and New York during the 1830s and 1840s. He received his final assignment, as commandant of the Philadelphia Naval Asylum in 1847. Commodore Jacob Jones held that position at the time of his death on 3 August 1850.


Sejarah [ sunting | sunting sumber ]

Karier aktif [ sunting | sunting sumber ]

USS Constitution dibuat pada tahun 1797, salah satu dari 6 frigat pertama AL AS, dan kapal ketiga yang dibangun. Nama "Constitution" (Konstitusi) adalah salah satu dari 10 nama yang diberikan kepada Presiden George Washington untuk dipilih. ⎖] ⎗] Pembuat kapal ini mendesain frigat ini lebih besar dan bersenjata lebih banyak daripada frigat standar pada masanya. Tugasnya yang pertama adalah melindungi kapal-kapal dagang AS yang berlayar, dan untuk mengalahkan bajak laut di Perang Barbaria Pertama.

Constituição dikenang atas aksinya selama Perang 1812 melawan Britania Raya, ketika ia menangkap banyak kapal pedagang, dan mengalahkan lima kapal perang Britania Raya: HMS Guerriere, Java, Pictou, Cyane, dan Levant. Peperangan dengan Guerriere memberinya julukan "Old Ironsides" dan pujian dari publik, yang telah berulang kali menyelamatkannya dari pembongkaran. Kapal tersebut terus berpatroli di daerah Laut Tengah dan Afrika, dan mengelilingi dunia pada tahun 1840-an.

Selama Perang Saudara, USS Constitution menjadi kapal latih di Akademi AL AS. USS Constitution juga membawa karya seni dan industri AS untuk dipajang di Paris Expo 1878.

Setelah pensiun [ sunting | sunting sumber ]

Constituição dipensiunkan pada tahun 1881 dan menjadi kapal museum pada tahun 1907. Pada tahun 1934, Constitutioni menyelesaikan tur 3 tahun, 90 kota di AS. Kapal ini berlayar lagi pada tahun 1997, memperingati 200 tahun usianya, dan sekali lagi pada bulan Agustus 2012 untuk memperingati 200 tahun kemenangannya atas Guerriere.

Misi Constituição saat ini adalah untuk mempromosikan peranan AL AS di masa perang dan damai, melalui penjangkauan edukasi, demonstrasi historis, dan partisipasi aktif di even-even publik. Sebagai kapal AL yang diawaki penuh, awak kapalnya terdiri dari 60 kru dan pelaut, yang berpartisipasi dalam kegiatan seremonial, pendidikan, dan acara-acara khusus lainnya, selain memberikan tur gratis bagi pengunjung sepanjang tahun, biasanya di Galangan Kapal Charlestown di Boston, Massachussets.


Assista o vídeo: USS Crockett - wodowanie 6. USS Crocketts ceremonial launch 6 (Janeiro 2022).