Notícia

Celia Fiennes

Celia Fiennes

Celia Fiennes nasceu em Salisbury em 1662. O pai de Celia foi coronel do Exército Parlamentar durante a Guerra Civil Inglesa. De 1685 a 1703, Celia viajou extensivamente pela Inglaterra. Além de dois criados, Celia viajava sozinha. Em sua jornada, Celia fez anotações em seu diário sobre os lugares que visitou e forneceu a primeira pesquisa abrangente do país desde a realizada por William Camden em 1586 (Britannia).

Celia Fiennes morreu em 1741. O diário de Celia foi descoberto em 1885 e publicado três anos depois com o título, Pela Inglaterra em uma sela lateral.


Celia Fiennes - História

Comecei pensando que escreveria sobre Celia Fiennes. Ela era uma intrépida mulher inglesa do final do século 17 que nunca se casou e andava pelas cidades de Spa para sua saúde - sozinha. Claro que ela não estava sozinha, ela tinha um ou dois criados o tempo todo (você pode ler sobre suas viagens aqui).

Ela viveu a última parte de sua vida em Londres perto de mim, embora ela tenha estado lá de 1738 a 1741 e eu de 1982 a 2013, então nunca realmente nos conhecemos.

Não sei quantas vezes passei por esta placa, li milhares de vezes que está na parede de uma loja de tapetes moderna próxima à Islândia, no cruzamento da Well Street com a Mare Street em Londres. É parte de Hackney que foi impiedosamente ignorada pelos gentrifiers, uma ilha da Hackney dos anos 1970, ainda no calcanhar. Existem algumas pistas de que este local pode ter sido o limite da cidade, que pode ter havido casas grandes e jardins de mercado em vez de albergues e um LIDL gigante. Lá está o esconderijo feminino original de Elizabeth Fry, uma adorável pilha listada de Grau II que foi negligenciada por anos, lá está o nome da propriedade local - Loddiges - em homenagem a um jardineiro à frente de seu tempo que construiu algumas das maiores estufas da Inglaterra. E logo ao sul, um bolsão de casas antigas que inclui um refúgio diferente para mulheres, a Casa de Ayah, que na verdade é o assunto deste blog.

A casa de Ayah tem sua própria placa e uma história muito diferente e mais triste. Foi inaugurado em 1900 - que no curso das coisas está quase tocando a distância - por bem-estar. Senhoras que almoçavam perturbadas que algum outro bem-estar. As damas tratavam abominavelmente seus criados.

Ayahs eram babás indianas e, às vezes, chinesas, mulheres que abriam mão de qualquer família própria, talvez tivessem de cuidar da dos ricos sahibs ingleses e de suas famílias que serviam ao Império no exterior. Quando essas famílias voltassem para a Inglaterra, seus Ayahs viriam também, cuidando dos pequenos a bordo durante os longos meses da viagem de volta para casa. De volta à clareira, muitos desses sahibs e memsahibs abandonaram seus Ayahs e contrataram babás inglesas ou mandaram as crianças para a escola. Os Ayahs foram soltos, abandonados em uma cidade a milhares de quilômetros de casa, sem meios de apoio e sem maneira de voltar para casa. Deixado na miséria. Isso era obviamente um problema suficiente para que a casa fosse inaugurada em um grande subúrbio arborizado em uma grande e adorável casa em South Hackney.

Aqui estão todos na escadaria junto com algum - sem dúvida benevolente - cavalheiro da cidade. A casa permaneceu aberta até 1926. Leia que, novamente, isso ainda era um problema, as famílias ainda estavam abandonando suas babás até 1926. Não tenho dúvidas de que os criados britânicos eram igualmente maltratados, rejeitados, explorados e abusados ​​de todas as maneiras imagináveis. Mas cada vez que passo pela casa dos Ayahs, não consigo deixar de pensar nessas pobres mulheres abandonadas tão longe de casa.


Veja a Inglaterra do século 17 pelos olhos de um dos primeiros escritores de viagens modernos

Durante o final do século & # 16017, Celia Fiennes viajou para a Inglaterra montada em um cavalo, montada na sela. Acompanhada por um ou dois servos, ela viajou de vez em quando por quase duas décadas, narrando suas aventuras à medida que avançava.

Conteúdo Relacionado

Neste dia de 1662, Fiennes nasceu em uma família rica. Esta riqueza significou que ela nunca teve que se casar e então ela viajou em vez disso, escreve & # 160Richard Cavendish para & # 160História hoje. Ela manteve & # 160 notas detalhadas sobre & # 160 suas aventuras e, eventualmente, & # 160compilou-as em um & # 160 livro que foi publicado em 1702.

Mas seu diário de viagem, com seus ricos detalhes da vida diária, permaneceu amplamente desconhecido por décadas. Isso foi até 1888, quando uma de suas descendentes, Emily W. Griffiths, descobriu o livro, republicando-o ainda naquele ano. Essa publicação, & # 160Pela Inglaterra em uma sela lateral na época de William e Mary, desde então, forneceu aos historiadores uma visão inédita da vida durante os anos & # 1601600.

Parte diário de viagem parte diário, o livro também fornece uma visão do leitor e da própria Fiennes, que por conta própria foi franca e decidida. Ela escreveu que começou a viajar & # 8220 para recuperar [sua] saúde por meio da variedade e mudança de ar e exercícios. & # 8221 Ela vagou sem um & # 160 plano, indo aonde quer que desejasse.

Ao longo de seu manuscrito, ela permaneceu fiel à sua personagem, & # 160 ela escreveu, e as pessoas que a conhecem não esperariam & # 8220 exatidão ou polidez neste livro, embora & # 8217 tais enfeites possam ter adornado as descrições e adequado ao gosto mais agradável. & # 8221 [sic]

Este marcador de caminho é esculpido com a imagem de Fiennes. Fica em No Man's Heath, nas proximidades do lugar onde ela quase foi assaltada & # 8212a única vez em cerca de 30 anos de viagem que ela escreveu sobre isso. (Wikimedia Commons)

As descrições de suas viagens pintam o quadro de uma mulher curiosa, determinada e ocasionalmente pregadora. Ela percorreu um terreno notável, alguns sugerem que ela & # 160 pode ter sido a primeira mulher a viajar por todos os condados ingleses. & # 160Aqui estão apenas alguns destaques (e pontos baixos) da jornada de Fiennes & # 8217:

Visitando Stonehenge (ou & # 8220Stoneage, & # 8221 conforme ela escreve)

Quando ela chegou, & # 160Fiennes contou as pedras monolíticas e suas pedras acompanhantes depois de ouvir o mito de que ninguém podia contar o mesmo número duas vezes. & # 8220 [Eles] ficam confusos e com algumas pedras à distância, mas tenho dito a eles muitas vezes, & # 8221 ela escreveu, & # 8220 e traga seu número para 91. & # 8221

Ela gostava da zona rural perto de Stonehenge. & # 8220Este país é o mais campeão e aberto, agradável para recreações & # 8221 [sic], escreveu ela.

Passar um tempo nos spas (ou & # 8220Spaws & # 8221 ou mesmo & # 8220Stinking Spaws & # 8221)

Fiennes visitou várias fontes termais, que ela notou que cheiravam mal. O cheiro é comum em fontes termais naturais, que geralmente dissolvem o enxofre da rocha subjacente. A decomposição microbiana desse enxofre confere um cheiro de ovo podre a muitos corpos d'água.

Em Bath, uma famosa casa de banhos romana localizada na cidade inglesa de Bath, ela notou o cheiro característico da água, escrevendo que ela & # 8220 tem gosto de água [que ferve] & # 160Eggs. & # 8221 Ela bebeu água de vários das fontes termais, & # 160seguindo a & # 160 crença comum & # 160 de que promoveria a saúde. & # 8220É um purificador rápido e muito bom para todos os humores de Scurbutick, & # 8221 [sic] ela escreveu. & # 160

Ela não era fã da cidade & # 160de Bath, no entanto, escrevendo que foi & # 8220 adaptada a você & # 160 se banhando & # 160e beber das águas e a nada mais. & # 8221 [sic] Em outras palavras, era entediante.

Quase sendo assaltado

Durante todo o tempo que Fiennes esteve na estrada, ela só encontrou alguns dos chamados salteadores de estrada (ladrões itinerantes), escreve David Hayns para o Malpas Cheshire Online. Indo para a cidade de Whitchurch, ela escreve que foi assediada por dois & # 8220 companheiros & # 8221 que ela pensava que tinham pistolas. Felizmente para Fiennes, era dia de mercado em Whitchurch. Assim, quando ela se aproximou da cidade, a multidão assustou os salteadores de estrada.

Fiennes encorajou seus leitores & # 8211especialmente suas leitoras & # 8211 a procurar coisas que aguçassem suas mentes e melhorassem suas vidas. Essas coisas tornam "a morte menos formidável e [seu] & # 160estado futuro mais feliz", escreveu ela.

Mesmo com suas viagens, ela viveu a maior parte de sua vida em Londres, escreve Cavendish. Ela morreu no bairro de Hackney, em Londres, em 1741, aos 78 anos.

Sobre Kat Eschner

Kat Eschner é uma jornalista freelance de ciência e cultura que mora em Toronto.


Celia Fiennes, de NewtonToney, escreveu sobre as antigas e novas cidades de Sarum quando visitou Salisbury no final do século 17

Celia Fiennes nasceu em 1662 em Newton Toney, filha de um dos coronéis de Cromwell.

Era excepcional no século 17:

Viaje longas distâncias apenas para viajar como turista. As peregrinações e as estalagens e placas de sinalização que as serviam já estavam em declínio nestes tempos puritanos.

Visite todos os condados da Inglaterra

E como uma mulher (e assim montando a sela lateral)

E solteira (ela nunca se casou) e sem companheiro (ela tinha criadas com ela).

Ela escreveu sobre suas viagens, mas não foi publicada em vida. Suas notas de viagem não foram publicadas até o século XIX.

Ela visitou Salisbury entre o desembarque de William (III) em Brixham, Devon, em 5 de novembro de 1688, e uma visita subsequente registrada em 1698.

& quotDe Newtontony eu fui para Sarum 8 milhas que é uma Citty and Bishop & # 39s Seat, bonitas ruas de cidade grandes largas, mas no meio delas corre um pequeno regato de água que faz com que as ruas não sejam tão limpas ou tão fáceis de passar, eles tem passos para cruzá-lo e muitos lugares abertos para cavalos e carruagens para cruzá-lo - ele decola Muito da beleza de suas ruas - a causa disso foi o incêndio da cidade velha chamada Salsebury, que ficava em uma colina a cerca de uma milha e estava tão seco e longe das fontes que foi destruído por um incêndio e apenas as ruínas do castelo podem ser vistas como um muro alto com fortificações. & quot

Foi a primeira catedral de Sarum que incendiou e não o castelo nem a cidade inteira e tanto a catedral como o castelo tinham poços. O motivo da catedral e da cidade terem descido a colina era mais complexo do que água insuficiente, e mesmo esse motivo não era para combate a incêndios. Os condutos de água ao longo das ruas Salisbury & rsquos não foram projetados principalmente para proteger contra o mesmo suposto destino de inflamação da cidade velha.

Ela segue descrevendo Salisbury em maiores detalhes.

É possível que ela fosse a & ldquo fina (? Fiennes) dama sobre um cavalo branco & rdquo que montou & ldquo um cavalo-galo para Banbury Cross & rdquo (Broughton Castle em Banbury sendo a residência da família Fiennes). Os atores Ralph e Joseph Fiennes e talvez menos surpreendentemente o explorador Sir Ranulph Fiennes são da mesma família (seu nome completo era Celia Mary Twisleton-Wykeham-Fiennes).


Com as eleições de 2020 se aproximando, veja a árvore genealógica de Trump.

Prestes a enviar quatro astronautas para a ISS. Veja a árvore genealógica de Elon Musk aqui no FameChain

Vice-presidente dos Estados Unidos.

Meghan e Harry agora estão baseados nos EUA. FameChain tem suas árvores incríveis.

O candidato do Partido Democrata à presidência. Veja a árvore genealógica de Joe Biden

Candidato democrata à vice-presidência dos Estados Unidos.

Definido para ser o próximo juiz do Supremo Tribunal. Descubra a árvore genealógica Coney Barret

Siga-nos no

VÍDEOS

Todas as informações de relacionamento e história da família mostradas no FameChain foram compiladas a partir de dados de domínio público. De fontes online ou impressas e de bancos de dados acessíveis ao público. Acredita-se que esteja correto no momento da introdução e é apresentado aqui de boa fé. Se você tiver informações que conflitem com qualquer coisa mostrada, por favor, avise-nos por e-mail.

Mas observe que não é possível ter certeza da genealogia de uma pessoa sem a cooperação da família (e / ou teste de DNA).


Celia Fiennes - História

Agora aqui está um blog para ficar de olho. Solo obtido? (Deb) está começando uma peregrinação para seguir os passos (ou pegadas) de Celia Feinnes (1662-1741). Para quem não a conhece, Celia foi uma senhora intrépida e pouco ortodoxa que viajou pela Inglaterra a cavalo entre 1684 e aproximadamente 1703 a fim de "recuperar (sua) saúde por meio da variedade e mudança de ar e exercícios".

Viajar pelo prazer era algo que você simplesmente não fazia naquela época, o que é exatamente o que torna os relatos de suas 'viagens' tão interessantes e reveladores. Em 1702, Celia escreveu suas anotações em um livro de memórias destinado à leitura privada em família. No entanto, acabou sendo publicado em 1888 como Pela Inglaterra em uma sela lateral e em 1947 uma edição acadêmica intitulada As Jornadas de Celia Fiennes foi publicado por Christopher Morris.

A escrita de Celia fornece um retrato vívido de uma zona rural ainda em grande parte não fechada antes de Enclosure com poucas e primitivas estradas. O texto também contém uma riqueza de informações sobre as casas de campo e os jardins da época. E agora Deb partiu para seguir seus passos, seu objetivo, "rastrear cada grande casa que Celia menciona". Desejamos-lhe tudo de bom e aproveite sua conta conforme aparece em seu blog.

E se você deseja descobrir onde Celia se aventurou, Visions of Britain oferece uma versão muito útil de seu texto original organizado em suas diferentes 'viagens'.


Pela Inglaterra em uma sela lateral

Celia Fiennes era uma intrigante mulher solteira que viajou pelo país a cavalo entre 1685 e 1703 anotando o que viu. Os trechos de seu diário contidos neste volume mostram um país composto por cidades repletas de indústria, ligadas por estradas sujas, lamacentas e traiçoeiras.

Tenho certeza que este livro seria fascinante para alguém pesquisando sua área local ou olhando para a história da Inglaterra nesta época, mas como um mero leitor, achei difícil ir. Fiennes não descreve t Celia Fiennes era uma mulher intrigante e solteira que viajou pelo país a cavalo entre 1685 e 1703 anotando o que viu. Os trechos de seu diário contidos neste volume mostram um país composto por cidades repletas de indústria, ligadas por estradas sujas, lamacentas e traiçoeiras.

Tenho certeza que este livro seria fascinante para alguém pesquisando sua área local ou olhando para a história da Inglaterra nesta época, mas como um mero leitor, achei difícil ir. Fiennes não descreve os lugares que ela visita, mas fornece uma lista detalhada do que exatamente existe: o livro é uma sucessão de distâncias, áreas, número de igrejas e materiais de construção de casas. Ela é muito objetiva no que relata e tende a se concentrar nas características físicas das cidades e paisagens, ao invés de falar sobre as pessoas e seus costumes. Muito ocasionalmente, ela se desviará deste curso para relatar sobre uma comida ou hábito local, como seu desgosto pelos fumantes na Cornualha, onde 'homens, mulheres e crianças têm todos os seus cachimbos de tabaco na boca e então se sentam em volta do fogo, beijando '(p. 79), mas esta é uma raridade infeliz.

Eu poderia ter ficado tentado a ler uma versão mais longa das viagens de Celia Fiennes para ver se esse foco na indústria e edifícios é universal ou apenas mostrar o preconceito do editor que selecionou os exercícios para este volume, e também para ler os pensamentos de Celia sobre o lugares que morei e conheço bem, nenhum dos quais está incluído neste livro. No entanto, a prosa, simplesmente, não é agradável de ler. Tendo em mente que quando Celia estava escrevendo, eu não esperava pontuação e gramática modernas, mas também não esperava que ela fosse a rainha da sentença contínua. Alguns deles se estendem por várias páginas e, embora eu pudesse possivelmente me forçar a perdoá-la se fosse uma prosa bonita, elegante e descritiva, não posso quando é uma grande lista com alguns verbos e conjunções adicionados. Para deixar Celia falar por si mesma e mostrar o que quero dizer:

A situação da cidade de Lancaster é muito boa, a igreja cuidadosamente construída em pedra, o castelo que fica próximo, ambos em uma grande subida do resto da cidade e, portanto, à vista, a cidade e o rio estendendo-se ao redor dela. na torre do castelo, caminhando bem ao longo das ameias, vi toda a cidade e o rio em uma vista, que corre quase totalmente em volta e volta pela cidade, e vi o mar além e as grandes colinas além daquela parte do mar que são no País de Gales, e também em Westmoreland para as grandes colinas, chamava-se Furness Fells ou Hills sendo uma cadeia de vastas colinas altas juntas também em Cumberland até a grande colina chamada Black Comb Hil, de onde cavam seu chumbo negro e em nenhum outro lugar, mas eles abri a mina, mas uma vez em vários anos também vi em Yorkshire que há chumbo, cobre, ouro e prata em algumas dessas colinas, e também mármore e cristal. (pp. 16-17)

E essa é uma das frases curtas!

Também fiquei bastante desapontado com a ausência da própria Srta. Celia Fiennes neste livro, embora isso possa ser um problema de edição para esta edição em particular. Mesmo que estivessem confinados à Grã-Bretanha, suas viagens parecem bastante notáveis ​​para uma mulher solteira durante esse período, e eu estava ansioso para ler sobre como foi isso. Eu queria saber mais sobre suas próprias experiências de viagem, quaisquer dificuldades decorrentes de suas circunstâncias incomuns como uma senhora solteira em tal viagem (embora com uma escolta de criados que ocasionalmente são aludidos) e suas interações com as pessoas que ela encontra. No entanto, com exceção de alguns comentários depreciativos sobre suas senhorias e queixas de que o centeio no pão lhe incomodava o estômago, ela quase não aparecia. O relato de uma viagem pela Inglaterra poderia ter sido escrito por qualquer pessoa, homem ou mulher, e isso me parece uma grande vergonha.

Por favor, não deixe que minha crítica o impeça de ler os escritos de Celia Fienne, no entanto, se esse tipo de coisa for do seu interesse. No entanto, sugiro que você consiga todo o volume de suas viagens, em vez desta coleção de trechos, para evitar a decepção de sua área local não ser uma das apresentadas neste livro, e também não abordá-lo em busca de uma leitura casual e divertida . . mais


Conheça Celia Fiennes, escritora de viagens extraordinária do século 17

Quando se trata de empregos dos sonhos em jornalismo, "escritor de viagens" geralmente está bem no topo das listas de pessoas. Isso porque, bem, você pode viajar pelo mundo, se hospedar nos melhores hotéis, comer as melhores comidas e fazer tudo em nome da caneta.

E, aparentemente, isso também se aplicava aos escribas do século 17.

Como Smithsonian notas, Celia Fiennes, uma mulher inglesa rica, viajou pelo país a cavalo no final dos anos 1600, escrevendo sobre suas aventuras - uma das primeiras escritoras de viagens conhecidas. Ela publicou um livro baseado em suas experiências em 1702.

Mas o diário de viagem foi amplamente ignorado. Ou seja, até o final do século 19, quando um de seus descendentes redescobriu seu trabalho e o publicou novamente como Pela Inglaterra em uma sela lateral na época de William e Mary.

Por Smithsonian, o livro é & # 8220 parte diário de viagem, parte diário & # 8230 [e] fornece ao leitor uma visão sobre a própria Fiennes, que por sua própria conta foi franca e decidida. Ela escreveu que começou a viajar & # 8216para recuperar [sua] saúde por meio da variedade e mudança de ar e exercícios. & # 8217 Ela vagou sem um plano, indo aonde quer que desejasse. & # 8221

Os lugares que ela visitou e catalogou incluem Stonehenge e Bath, na Inglaterra. Ela até contou que quase foi assaltada.

A BBC preenche algumas lacunas sobre Fiennes no curto vídeo abaixo.

Este artigo foi apresentado noInsideHook Boletim de Notícias. Inscreva-se agora.


Mulheres St Austell e Cornish

Mas talvez meu episódio favorito em seu diário seja o registro da noite que ela passou em St. Austell. É fácil esquecer que Celia era o que você poderia chamar de uma senhora & # 8216 bem-educada & # 8217, ela havia sido criada em circunstâncias privilegiadas e aqui estava ela viajando para a região rural mais sombria da Cornualha sem uma escolta. Ela estava hospedada (quando não estava na casa de amigos ricos) em qualquer acomodação disponível quando o sol se punha e ela não podia ir mais longe naquele dia. Portanto, nesta noite em particular, Célia se encontra em algum tipo de alojamento em St Austell, que ela descreve como & # 8220como celeiro & # 8221, e nos dá uma visão encantadora das pessoas da Cornualha ao seu redor.

Depois de nos contar sobre um excelente & # 8220pye-de-maçã & # 8221 com o qual ela participou do & # 8220creme colado & # 8221 (creme coagulado) disponível apenas nestas partes, ela passa a descrever sua empresa.

& # 8220 Fiquei muito satisfeito com minha ceia embora & # 8217 não com a custódia do condado, que é um bafo universal, tanto homens quanto mulheres e crianças têm todos os seus cachimbos de tabaco na boca e se sentam em volta do fogo, beijando, que foi não é delicioso para mim. . . e devo dizer que elas são o tipo de mulher mais bonita que já vi em qualquer lugar, embora em trajes comuns, bons olhos negros e muito elegantes. & # 8221

Adoro! As mulheres da Cornualha são de fato & # 8220graciosas & # 8221!

Isso me lembra também de fotografias posteriores de homens e mulheres idosos com cachimbos de barro que parecem fazer parte deles tanto quanto o nariz de seu rosto. Eu a imagino sendo uma curiosidade para os habitantes locais tanto quanto eles eram para ela. Posso ver todos eles reunidos ao redor do fogo, olhando para ela através da fumaça do cachimbo, resmungando. . .


Celia Fiennes - História

várias jornadas em várias partes da Inglaterra com muitos comentários, alguns com minha mãe de Newtontony Wiltshire, que é um país campeão, agradável para todos os esportes, equitação, caça, percurso, configuração e tiro. De Newtontony eu fui para Sarum 8 milhas que é um Citty and Bishop's Seat, uma bela cidade grande com ruas largas, mas no meio delas corre um pequeno riacho de água que faz com que as ruas não sejam tão limpas ou fáceis de passar, elas têm degraus para cruzá-la e muitos lugares abertos para cavalos e carruagens para cruzá-la - ela decola Muito da beleza de suas ruas - a causa disso foi o incêndio da cidade velha chamada Salsebury, que ficava em uma colina a cerca de um quilômetro daqui e era tão seco e longe de nascentes que foi destruído por um incêndio e apenas as ruínas do castelo podem ser vistas como um muro alto com fortificações: esta cidade agora se eleva perto da água de um grande rio, as casas são velhas Principalmente edifícios de madeira, há uma grande casa do mercado com a prefeitura sobre ela e uma prisão logo ali - há também uma grande cruz em outro lugar e uma casa sobre ela para um mercado constante para frutas, aves, manteiga e queijo e um peixe Mercado da cidade é bem servido com todos os pr ovissions há bons edifícios naquela parte que chamam de Fechar, tanto construídos novos como antigos e boas casas dos doutores da Igreja. Y e Dean tem uma casa e jardins muito bons, assim como o Palácio do Bispo no final de uma fileira de árvores - os cômodos são elevados e majestosos: todas essas casas são ao redor da Catedral, que é considerada a melhor da Inglaterra em todos os aspectos, ele apenas fica baixo em um prado de água, de modo que as fundações estão na água, feitas de ffaggots e madeira, mas apesar de sua falta de um terreno ascendente para ficar em seu campanário é visto a muitos quilômetros de distância, o pináculo sendo tão alto que parece nós abaixo tão afiados quanto uma adaga, No entanto, está na bússola no topo tão grande quanto uma carroça wheele é toda pedra e esculpida finamente com torres e arcos, há várias portas em sua Igreja, no corpo dela está o púlpito e assentos em cada lado há dois degraus da Ilha grande em cada lado, a fonte fica abaixo do lado oposto ao quire yt entra com 2 ou 3 passos de concordância de uma grande Ilha Cruz que leva aos Cloysters, na qual está a casa do Capítulo, que é muito grande e suportado apenas por uma pequena pedra Pil lares no meio, pintados em volta das paredes com figuras entalhadas em todo o acco: do livro de Gênesis, as janelas são pintadas com muito requinte - Grande parte da História da Bíblia. Há tantas pequenas capelas na Igreja quanto meses em um ano, tantas portas quanto semanas, tantos pilares de mármore quanto dias, tantas janelas quanto houres, tantas divisórias nas janelas quantos minutos no ano. O telhado da Igreja é muito elevado e exatamente adequado em todas as coisas, embora não seja tão grande quanto algumas outras catedral - o topo do Qoire é exatamente pintado e parece tão fresco como se mas novo feito embora de 300 anos de pé - há um Órgão muito bom e um deske para o leitor elevado tão alto até mesmo com o órgão para vantagem da voz a ser ouvida, mas a Igreja é tão elevada que Eccos afoga a inteligibilidade da voz. A mesa de comunhão, as cortinas e os enfeites são todos de veludo carmesim com franjas douradas, 2 castiçais grandes dourados com grandes velas brancas neles, uma grande bacia dourada para receber as ofertas - há muitos monumentos bons lá, também vocês estão Estátuas dos 3 bispos que construíram a Igreja esculpidas em pedra - há dois grandes monumentos finos acima de Ye Rest - um todo de pedra grátis para o senhor Jorge, suas efígies e damas em comprimento em uma cama em seus mantos e babados em travesseiros, e Vós quatro pilares estão torcidos, e sobre ela Anjos, figuras de pássaros, bestas, flores e folhas muito finas, lá se senta a Justiça com o equilíbrio em sua mão, uma escala sobre vós outras retorcidas parecem muito naturais e bem, com você envolto trabalhe tudo dentro. Pedra livre com seus Armes recortados em Escutheons tudo ao redor o outro é um monumento para o duque de Summerset todo em mármore, uma grande cama sua efígie em vestimenta e rufo tudo em Coullours, sua senhora a mesma só ela é colocado um degrau acima dele porque ela era filha da viúva de França e irmã de Henrique, no dia 7 da Inglaterra, de seu segundo marido, Charles Brandon, duque de Suffolk.

Há suas efígies de seus 2 filhos, Lord Beachom na cabeça e Lord Seymour em seus pés com armadura de joelhos, e várias Filhas de joelhos na parte inferior e 12 pilares de mármore cinza irlandês. O Armes é cortado finamente em Escudos &. E em figuras com seus apoiadores e vários tipos de animais esculpidos em forma de pirâmide, e no topo o Corronet do duque - esses 2 monumentos são cercados com grades de ferro, há a efígie em pedra de um médico que morreu de fome tentando imitar nosso Salvador para jejuar 40 dias - mas no final dos 31 dias ele se tornou consciente de sua maldade e teria recuperado sua vida comendo de novo, mas então por vós O justo julgamento de Deus não poderia engolir nada por sua garganta - há uma capela ou sepultura de papoulas Juiz que tinha dois filhos muito selvagens e por 2 fotos de seus filhos, retratados um com a morte e o outro com um esqueleto e colocados no quarto em que deveriam entrar por ordem de seu pai, agradou a Deus abençoe como um meio para recuperá-los. Suas fotos ainda estão lá, as janelas da Igreja, mas especialmente vocês, Quire, estão muito bem pintados e abrangem toda a sua história bíblica - a torre dos sinos está no quintal a alguma distância da Igreja - há 6 igrejas no cidade e subúrbios e seu Condado de Goal, no final da cidade chamada Ffisherton, perto do grande rio que corre para a Igreja de Cristo em Salsebury. Eles mantêm a sessão trimestral uma vez por ano, os outros tipos são mantidos em Malbrough, a cerca de 24 milhas de distância e em vocês, em Devises, aproximadamente à mesma distância que é uma pequena cidade muito agradável com um mercado muito bom e a prefeitura assentada em pilares de pedra é um bourrough e um local de comércio muito rico para o comércio de roupas, o quarto lugar onde a sessão é mantida é Warminster, mais ou menos à mesma distância - é uma cidade pequena e bonita, um bom mercado de milho e há o carvão Mindiffe, que é quase tão bom como o mar Coale from newcastle que é escavado fora das colinas ao redor - Mas ye Assizes é allwayes mantido em Salsebury e é uma cidade principal, embora Wilton a cerca de 2 milhas de distância seja sua cidade de condado e seus cavaleiros de seu condado sejam escolhidos lá, embora agora é apenas uma pequena aldeia, por assim dizer, e apenas sustentada pelo conde de Pembrooke, que mora lá e tem uma casa muito bonita com grandes cortes umas dentro das outras. Na entrada há um hall elevado com boas fotos, 3 ou 4 salas de jantar e salas de estar de estado com muito boas câmaras de cama e damasco e tecido de veludo bem mobiliado, uma galeria e sua sala de jantar estava toda revestida com fotos de sua família - há uma sala de desenho e Anti-roome, seu casaco é pintado com você inteira História do romance Acádia feita por S r Philip Sidney, irmão da então condessa de Pembrooke e composta por ele em seus finos bosques acima de sua casa.

Outra sala é pintada com todos os tipos de esportes, Caça, Hawking e. - estão todos finamente pintados no Teto e muito elevados. há uma sala de jantar e a chaminé fica logo abaixo de uma janela e os Tunnells correm de cada lado. Há uma Câmara, a chaminé fica bem ao lado da janela oposta a Salsebury, e na peça da Chaminé de Mármore preto tão finamente polida você pode ver toda a Catedral como em um Vidro que eu vi plana. Existem peças de chaminé de mármore muito finas na maioria dos quartos e janelas de mármore. Os jardins são muito bonitos, com muitos caminhos de cascalho com quadrados de grama com estátuas de pedra e latão - tanques de peixes e bacias com figuras no meio jorrando água - árvores anãs de todos os tipos e um belo jardim de flores - muitos frutos de parede. Seu rio atravessa seu jardim e facilmente transporta água por canos para todas as partes.

Uma gruta está no final do jardim, bem no meio da casa - é decorada com muitas belas figuras de suas deusas, e a cerca de 2 metros da porta estão vários canos em uma linha que, com uma ranhura, jorra água para molhar os estranhos - no cômodo do meio está uma mesa redonda e um grande cano no meio, no qual eles colocam uma coroa ou arma ou um galho, e então você jorra a água através de seus entalhes e poynts por toda parte ao seu redor. Artistas prazer em molhar Vós, Companhia - há figuras em Cada canto de vossa sala que Podem chorar água sobre os observadores e por um tubo reto na mesa eles forçam a água para dentro de vós, entalhes ocos de vós como uma Coroa ou Coroa para aparecer, mas é oca por dentro para reter a água forçada nele em grande quantidade, você se dispersa na cavidade oca sobre a sua casa e desce em uma chuva de chuva por toda a sua casa - em cada lado há duas pequenas salas que, girando seus fios, geram água nas pedras - você vê e h ouvi-lo e também é tão planejado em uma sala que faz você melodia de Nightingerlls e todos os tipos de pássaros que envolvem a curiosidade de vocês estranhos para entrarem para ver, mas na entrada de cada quarto há uma linha de tubos que não apareça até por um Sluce movido - ele lava os espectadores projetados para diversão.

A sua gruta é conduzida no topo, onde estão os tanques de peixes, e, sem a sua gruta, há uma ponte de madeira sobre o seu rio. Seus advogados são colocados em Lyons bem colocados em ambos os lados, com as bocas abertas, e por uma chaminé jorram água uns para os outros em um arco perfeito de comprimento da ponte. Há belos bosques além da casa e um grande parque cercado por muros. De lá, fui para Blandford, em Dorsetshire, 18 milhas através de um haire waring e uma floresta de seus reis.

Blandford é uma bela cidade do interior. Daí para Merly por Wimborn ao longo de um grande rio chamado Stoure e uma grande ponte em arco para uma casa de Relações, a casa de S r William Constantines - daí para Poole uma pequena cidade portuária a 4 milhas de distância, onde estava um muito bom Ministro em sua Igreja Pública - Sr. Hardy.

Dali fomos de barco até uma pequena ilha chamada mar castanho, a 3 ou 4 léguas de distância, onde se fabrica muito cobre, as pedras sendo encontradas ao redor da ilha, em sua costa, em grandes quantidades. ali só há uma casa onde estão os governadores, além das casinhas de pescadores, todos ocupados em torno de seus trabalhos de Copperice, eles recolhem as pedras e as colocam no solo erguido como canteiros de jardins, fileiras umas sobre as outras e todas estantes , então ytye raine dissolve as pedras e escoa para baixo em trincheiras e canos feitos para recebê-lo e transportá-lo para sua casa, você está equipado com painéis de ferro de quatro quadrados e de uma profundidade bonita de pelo menos 12 jardas. Eles colocam espinhos de ferro em suas bandejas cheias de galhos e, assim que o licor se transforma em um doce, ele fica pendurado naqueles galhos, eu vi alguns serem pegos - parecia um enorme cacho de uvas. Y e Coullour of y e Copperace not being much differing it lookes cleare like Suger-Candy - so when y e water is boyled to a Candy they take it out and replenish the panns with more liquor. I do not remember they added anything to it only y e Stones of Copperice disolved by y e raine into liquor as I mention'd at first - there are great furnaces under, y t Keepes all the panns boyling - it was a large room or building with Severall of these large panns: they do add old Iron and nailes to y e Copperass Stones. This is a noted place for lobsters and Crabs and shrimps. I there eate some very good. From Merly we went to y e Isle of Purbeck. At Warrum we passed over a bridge where y e sea flowed in, and Came by y e ruines of Corffe Castle which stands on a hill, yet surrounded by much higher hills y t might easily command it, and so in y e Civil warrs was batter'd down with Granadeers - thence you rise a great ascent of hills, called the Linch or rather y e ridge, being so for 3 or 4 miles, rideing to Quare, which was 16 miles ffrom Merly to a relations house - Cos'n Colliers.

From this ridge you see all y e Island over, which lookes very fruitfull, good lands, Meadows, woods and jnclosures - there are many quarys in these hills of y t w ch is called the free stone from hence they digg it - the shores are very Rocky all about y e Island. We went 3 miles off to Sonidge a sea faire place not very big - there is a flatt sand by y e sea a little way: they take up stones by y e shores y t are so oyly, as y e poor burn it for ffire, and its so light a ffire it Serves for Candle too, but it has a strong offensive smell. At a place 4 mile off called Sea Cume the Rockes are so Craggy and y e Creekes of land so many y t y e sea is very turbulent - I pick'd shells and it being a spring tide I saw y e sea beat upon y e Rockes at least 20 yards with Such a ffoame or ffroth - and at another place the rockes had so large a Cavity and Hollow y t when y e Sea Vowed in, it runne almost round and Sounded like some hall or high arch. In this Island are severall pretty good houses though not very large. Att Kingston, S r William Muese has a pretty house, and att Income M r Coliffords - Doonshay, M r Dollings and 7 mile off Quare. Att Finnum, lady Larences, there is a pretty large house but very old timber built: there I eate y e best Lobsters and Crabs, being boyled in y e Sea water and scarce Cold - very large and Sweet. Most of the houses in y e Island are built of stone - this is Just by the great Cliffts w ch are a vast height from y e sea - here is plenty of provision of all sorts especially of fish. ffrom Finnum we ascend a high hill of a great length till you are out of y e Island which does hardly appeare to be now an Isle, the tide having left it on this side that you passe only a little Brooke. There is another Castle called Brindon, but y t lyes low and appears not much - thence we came to Piddle 6 or 7 miles off where was a relation - M r Oxenbridg an old house w ch formerly was an abby - thence to Dorchester town 5 miles - it stands on y e side of a Hill the river runnes below it - the town lookes Compact and the streetes are very neately pitch'd and of a good breadth - The Market-place is spaceious - The Church very handsome and full of galleries.

Thence we went to Burport about 8 miles - The wayes are stony and very narrow - the town has a steep hill to descend through the whole place - thence to Woolfe 4 miles to a relation - M r Newbery a man of many whymseys - would keep no women servants - had all washing, Ironing dairy and all performed by men - his house look's like a little village when you Come into y e Yard - so many little buildings apart from each other - one for a stillitory - another for out houses and offices, another long building for Silk wormes, and y e dwelling house is but mean and spoyl'd by his ffancy of makeing a hall up 3 storyes high and so lofty nothing suiteable to it. He had good gardens and orchards much good ffruite, but all in a most rude Confused manner. Thence we went to Colway neare Lime in Somersetshire about 8 miles to a relations house M r Hendly's - from thence it is 2 miles to Lime a seaport place open to the main ocean, and so high and bleake Sea, that to secure the Harbour for shipps they have been at a great Charge to build a Mold from the town with stone like a halfe Moon, w ch they call the Cobb its raised with a high wall and this runns into y e Sea a good Compass that y e Shipps rides safely within it, when the tide is out we may see the foundations of some part of it - that is the tyme they looke over it to see any breach and repaire it immediately, else y e tide come with so much violence would soone beate it down - there is some part of it low and only is to joyne y e rest to the land, and at high water is all Cover'd of such a depth of water that shipps may pass over it to enter the Cobb or halfe moone, which is difficult for fforeigners to attempt, being ignorant, though its better than goeing round the other way for those that know and do observe the tide - the spring tides and any Storme does some tymes beate up and wash over the walls of the forte or castle into the Court and so runns into the town, though at other tymes when its' the ordinary tide and calme sea it is at least 300 yards from the banke on which the high wall is built - In most parts of somersetshire it is very fruitfull for Orchards, plenty of apples and peares, but they are not Curious in the Planting the best sort of fruite which is a great pitty, being so soone produced and such quantetyes, they are likewise as Careless when they make Cider - they press all sorts of Apples together, else they might have as good Cider as in any other parts, even as good as the Herriford-shire - they make great quantetyes of Cider, their presses are very large, so as I have seen a Cheese as they call them which yeilded 2 hoddsheads - they pound their apples, then lay fresh straw on the press, and on that a good lay off Pulp of the apples, then turne in the ends of the straw over it all round and lay fresh straw, then more apples up to the top. Just by Lime you Cross a little brooke into Devon-shire which is much like Somersetshire - fruitfull Country's for Corn, graseing, much for inclosures that makes the wayes very narrow, so as in some places a Coach and Waggons Cannot pass - they are forced to Carry their Corn and Carriages on horses' backes with frames of wood like pannyers on either side y e horse, so load it high and tye it w th Cords - this they do altogether the farther Westward they goe for y e wayes grow narrower and narrower on to y e lands end. They shewed me the Lizard point from Lime, it was a good distance - Y e land grows narrower in a compass round, as it were round the sea. From lime the wayes are also difficult by reason of the very steep hill up and down, and that so successively as little or no plaine even ground, and full of large smooth pebbles that make the strange horses slip and uneasye to go - the horses of the Country are accustomed to it and travell well in the rodes - in y e opener wayes they use a sort of waine or carriage made narrower than our Southern Waggon, but longer and so load them high - from Lime to Burport is 12 miles and so to Dorchester thence to Blandford we pass over Woodbery hill eminent for a great Faire that is kept there of all things: the road passed by Cherbery - the foot of the hill on the Slope stands a pretty Seate of M r Earles my relation - the house is new built on y e brow of y e hill whence you have large prospects of 20 mile round - you may see Shaftesbury thence 16 mile off - there is a good wood behind the house, good gardens wall'd with plenty of fruit, good fish and decoy pounds. There is a very good Hall at the entrance leads you to a large parlour and drawing room on y e right hand that opens to the gardens - a very good little parlour on the left with servants room, and another parlour for smoakeing, all well wanscoated and painted and the offices convenient - the Chambers are good and lofty and sizeable - good ffurniture in the best 2 Chambers, in an angle the staires leads up halfe way into y e middle of the house and so divides in four parts and runnes to each angle.

Thence 6 miles to Blandford, thence 18 to SalseburySalsebury and 8 mile to Newtontony which stands in y e midst of y e downs 8 mile from Andover a market town in Hampshire and y e roade to London. It lyes 15 mile from Winchester - it is three mile from Amesbury and 2 mile more to Stoneage that stands on Salsebury plaine - eminent for many battles being faught there - this Stoneage is reckon'd one of the wonders of England how such prodigeous stone should be brought there, as no such Stone is seen in y e Country nearer than 20 mile. They are placed on the side of a hill in a rude jregullar form - two stones stands up and one laid on their tops with morteses into each other and thus are severall in a round like a wall with spaces between, but some are fallen down, so spoyle the order or breach in the temple, as some think it was in the heathen tymes others thinke it the Trophy of some victory wone by one Ambrosious, and thence the town by it has its name of. Amsebury. There is severall rows of lesser stones within the others set up in the same forme of 2 upright and one lies on the top like a gateway. How they were brought thither or whether they are a made stone is not resolved - they are very hard yet I have seen some of them scraped - the weather seemes not to penetrate them. To increase the wonder of the story is that none Can Count them twice alike - they stand confused and some single stones at a distance but I have told them often, and bring their number to 91. This Country is most Champion and open, pleasant for recreations - its husbandry is mostly Corn and sheep, the Downs though short grass y e feed is sweet, producing the finest wooll and sweet meat though but small.

The little towns or villages lies in the valleys and runs along in the bottom and are called Bourns having water running in most of them. From Stonidge I went to Evell in Somersetshire, thence to Meer a little town about 15 mile by the town is a vast high hill called the Castle of Meer - its now all grass over and so steepe up that the ascent is by footsteps cut in the side of the hill. I was on the top where some had been digging and was come to a space that was Arched and the walls plaistred and washed white and smooth - it was but a little roome, I tooke a piece of its walls and plaister. That shews there may be Cells or vaults in the hill - from thence to Wincauton 7 miles which is on a steep hill and very stoney-you go through the town all the way down as it were a steep precipice, all Rocks-thence to Castle Cary 3 or 4 miles- its generally a good fruitfull Country, much on jnclosures as is most of Summersetshire.

Thence to Alford 2 miles where was a minerall water which Company resorts to for drinking-formerly it has been more frequented than of late-many now send for them severall miles and have Beer brewed of them-there being no good accomodation for people of fashion, the Country people being a Clownish rude people. Y e waters are mostly from Alom-its a Cleare little well and a quick spring-the bottom of the well has a sort of Blewish Clay or Marle, its a quick purger, good for all sharpe Humers or Obstruction. In three mile of this place is Queen Camell famous for a fine ring of bells and for the fine sort of brown thread called Nuns thread-as we returned from thence we came by Bruton a very neate stone built town-from it we ascend a very high steep hill all in a narrow Lane cut out of the rocks on which grow trees thick, their Roots runns amongst the rocks, and in many places fine Clean springs buble out, and run a long out of the rocks, it smells Just like the sea. We were full an hour passing that hill though with four horses and a Chariot. My sister self and Maid: thence to Willding which is a place of much water, so to Newtontony in all 30 miles.

Celia Fiennes, Through England on a Side Saddle in the Time of William and Mary (London: Field and Tuer, The Leadenhall Press, 1888)


Assista o vídeo: Celia - Trag aer in piept Official Video (Janeiro 2022).